Resenha: Decrépitos

Nome: Decrépitos, Aqueles que Herdaram a Terra
Autor: Fábio Mourájh
Editora: Chiado
Páginas: 474 Ano:2016 Nota: 5/5
Sinopse: Em um futuro pós-apocalíptico, um vírus mortal, criado em meio à última guerra mundial, dizimou quase toda a humanidade, obrigando os sobreviventes a permanecerem protegidos dentro de cúpulas. Duas cidades se erguem então em meio a toda essa destruição: Adão, a primeira cidade e lar dos sábios e poderosos Elevados, seres com dons e poderes especiais; e Eva, a cidade da perdição, lugar onde vivem os Decrépitos, seres marginais produzidos em grande escala pelos humanos parar satisfazerem todas as suas necessidades. É neste lugar que surge Loan, um jovem Decrépito que após ter seus dons despertos, acaba atraindo muita atenção com a intensidade de seu poder, inclusive dos poderosos Elevados de Adão.
Descontrolado por causa dos acontecimentos que o levaram até o seu despertar. Loan desenvolve seus dons de maneira perigosa, manifestando-os para punir aqueles que se colocam em seu caminho, equilibrando-se assim no limite entre o bem e o mal. Porém, os desafios e surpresas que o futuro reserva para Loan são ainda mais sombrios do que se possa imaginar, pois existe uma ameaça desconhecida que se esconde nas sombras de Adão, e é em meio a este cenário que Loan se vê no olho do furacão que ameaça o que restou da civilização humana. 



Olá leitores, tudo bem com vocês?
Bem, antes de falar o que achei dessa belezinha, vou explicar umas coisinhas pra situar vocês:

OS ELEVADOS EM ADÃO


 Jazan foi o primeiro clone criado a partir do DNA do alienígena conhecido como O.Xes e foi ele quem criou e construiu aquela que viria ser a cidade de Adão. Lá ele instituiu a nova igreja e com sua interpretação da bíblia guiou a humanidade para uma nova era. Desde então seus iguais são tratados como seres acima dos humanos seja por suas constituições físicas privilegiadas quanto por suas capacidades extra humanas que dentre algumas estão a capacidade de ler os pensamentos, comunicar-se telepaticamente, e se conectar com diversos elementos sejam naturais ou não. Em Adão estes seres são cultuados como homens e mulheres santos, pois são descendentes do anjo que chegou a terra para salvá-la e não nasceram do pecado original. São padres, freiras e membros do clero em geral. Assim todos os amam e respeitam como elevados.

OS CRIADOS EM EVA
Se em Adão os homens e mulheres gerados de maneira artificial são considerados seres superiores aos humanos, em Eva tudo é diferente.
Anos após o primeiro clone chamado Jazan criar a primeira cúpula protetora contra a bactéria comedora de carne e batizar a mesma como cidade de Adão, ele instituiu uma nova forma de governo baseado numa compreensão de que o próprio e seus iguais seriam seres superiores, uma grande parte da população humana se rebelou não aceitando a ideia de que um clone criado para servir aos humanos teria poderes e direito para controlá-los, assim esses descendentes que agora possuíam o conhecimento de criação de um ambiente protegido do streptococcus piogenys elevos seguiram em seu Êxodo para seu novo lar. Eva "a segunda cidade" onde os clones também conhecidos como "criados" são produzidos de maneira industrial a ponto de servirem como qualquer utensílio doméstico fazendo serviços braçais, ou mesmo servindo como animais de estimação. Não existe crime em abandonar, violentar ou até mesmo matar um criado, tendo em vista que os clones produzidos em Eva não são considerados humanos, apenas objetos comprados. Quando esses objetos deixam de funcionar adequadamente ou quando simplesmente perdem sua serventia. Eles são jogados nas ruas até serem exterminados pelas forças policiais que usam cães geneticamente alterados chamados de "rassuns" para devorar esses homens, mulheres e crianças que vivem nas ruas a espera da próxima ordem de seus senhores. Esses seres que perderam sua serventia para seus donos são chamados de decrépitos.
Essas e outras informações sobre o livro, vocês podem encontrar clicando aqui.

Agora que vocês já sabem um pouco sobre as cidades, vamos à narrativa. Fábio usa uma linguagem bem simples, de fácil entendimento, o que torna a leitura bem leve. Mas não pense que por ser leve ela é parada! Pelo contrário, logo nos primeiros capítulos somos introduzidos à um mundo cheio de emoções. O livro é dividido em três partes. A primeira define o período do descobrimento de Loan; a segunda, de seu treinamento; e a terceira, seria o período de Loan após o grande teste.
Após muito sofrimento, Loan se vê num lugar de calmaria, mas paz não é o que o destino reserva para o jovem evan. Um grupo de Templários sai em missão, porém, algo inesperado acontece e nem todos conseguem voltar à Adão. Êndero (melhor amigo de Loan)  é convocado à ir, devido a ser um dominador de elementos, mais precisamente, o fogo.
Loan se vê sozinho, após tentar ir ver sua adorada Santa Doroth, que a essa altura do livro, se encontra em uma espécie de coma induzido por si própria, e não conseguir vê-la. Más notícias chegam aos governantes de Adão, que achavam que Eva era seu maior problema. Mal sabem eles que o real perigo se encontra em seu meio. Após receber notícias ruins sobre seu mestre, Lukass, e seu amigo, Êndero, Loan foge de Adão numa missão improvável de salvamento. 
É aí que os governantes da cidade dos Elevados decidem tomar uma decisão, após descobrirem coisas tão horrendas feitas por seus irmãos. Um grupo de busca parte de Adão, e os Elevados se vêem no centro de uma guerra. Quais serão as surpresas que "Decrépitos" nos reserva? 
Durante a leitura de Decrépitos, sorri e chorei junto à Loan e Êndero, senti suas angústias e prazeres. Creio que foi essa a intenção de Fábio: te colocar no lugar do próximo, te fazer sentir como as outras pessoas, as que estão do lado de lá, sentem. Ao ler Decrépitos, me vi pensando em como seria se os personagens realmente existissem, se há possibilidade de o mundo acabar dessa forma; tudo isso pela forma que o autor te insere na história. Simplesmente A-M-E-I ler essa belezinha, devorei cada página e me encontro cheia de dúvidas. O livro é mais que indicado à todos aqueles que amam ficção científica, fantasia, distopias... Tudo isso e muito mais, já que também há um certo romance inserido nas entrelinhas!

Ficou curioso? Para saber mais sobre o autor e todo o processo criativo dele, clique aqui

0 comentários:

Postar um comentário