Resenha: Borgonha

Nome: Borgonha
Autor: Hugo Vinícius Pereira
Editora: Clube dos Autores
Ano:2016   Páginas:207    Nota: 5/5
Sinopse: Borgonha é uma história que nos convida a conhecer André, um jovem garçom com perspectivas pequenas sobre si e sobre o mundo e que trabalha num restaurante/bar português no centro do Rio de Janeiro.
É entre o cenário do tradicional restaurante português e das paisagens paradisíacas da região de Búzios que André começa a reavaliar as pequenas mediocridades e hipocrisias que preenchem as lacunas nas vidas de todos nós e precisa aprender a lidar - ou não - com os efeitos que enxergar a vida de forma diferente podem nos causar - para o bem ou para o mal.
Acompanhe uma jornada instigante e repleta de sensualidade e se apaixone pelo melhor bar da cidade maravilhosa, seus clientes e funcionários, enquanto caminha com André por caminhos cada vez mais profundos dentro de si mesmo. Tudo, é claro, margeado pelos azulejos portugueses repletos de histórias e guiado pela provocante mulher que era misteriosa e elegante demais para aquele salão, mas mudou a vida de todos ao pisar lá pela primeira vez.


Resenha: O Homem e Seus Demônios

Nome: O Homem e Seus Demônios
Autor: Fernando Risch
Editora: Multifoco
Ano:2015   Páginas:216   Nota: 5/5
Sinopse: Em O homem e seus demônios, Fernando Risch expõe o ser humano assombrado, literalmente, pelos seus antecessores na procura por respostas questionadas pela vida – e pela literatura. Ao tentar alcançar seus sonhos, Farris Knox se aterroriza com as infindáveis dúvidas que serão postas em seu caminho e não há bebidas ou cigarros suficientes para tranquilizar sua alma. Como ao utilizar restos humanos para fabricar sabão, o escritor usará as mesmas inquietações de George Orwell, Charles Bukowski, Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, José Saramago, Edgar Allan Poe em seu Livro do Fim. Ou seria em O homem e seus demônios? O mundo se esvai em repetições e o fim, todos sabem, nunca é feliz 







Resenha: Hotel Califórnia

Nome: Hotel Califórnia
Autor: Fernando Risch
Editora:Multifoco  
Ano:2016   Páginas:174  Nota: 4/5
Sinopse: Inspirado na famosa música Hotel California da banda norte-americana The Eagles, o livro homônimo recria de forma romantizada a história obscura por trás do hit. Citando de forma linear a letra parafraseada da canção no desenvolvimento da obra e interpretando-a através de teorias sobre sua origem, Fernando Risch conta a história de Johnny Eagle, um fora da lei que, em uma noite de cansaço, se hospeda em um hotel de beira de estrada e vê seu presente colidindo com seu passado, remontando sua vida, enquanto tenta entender os enigmas do local. Entre teorias sobre manicômio, inferno e vício em drogas, as obscuridades de Hotel California remontam uma história de mistérios que parece não ter fim. 



Resenha: Our Fall

Nome: Our Fall - Nossa Queda
Autora: Amanda Maia
Editora: Infinito Editorial
Páginas: 430      Ano: 2016        Nota: 5/5
Sinopse: "Quando me encontrei, eu já estava quebrada o suficiente para não conseguir levantar. James me mostrou o mundo e mudou completamente minhas instâncias, eu confiava nele o bastante para acreditar que havia reciprocidade em seu sentimento, mas na verdade, ele me arrastava para a mais intensa catástrofe.” QUINN.
No desconcertante destino Quinn se vê na vida de James Ridley, seu atual professor de literatura. Ele estava lá apenas por um propósito e, acidentalmente, ela está presa nas garras de um amor proibido. O que os dois tinham não poderia se tornar algo público pela ética profissional do Sr. Ridley. No entanto, em algum momento do conturbado envolvimento de ambos, essa preocupação também deixou de existir.
Eles ansiavam atender aos seus mais enigmáticos sentimentos. Havia luxúria em seus atos e olhares. Quinn queria provar do gosto viciante do proibido, sem se dar conta de que James estava lá por um único motivo e não era atender aos seus desejos libidinosos, mas para desencadear toda a idealização de uma adolescente apaixonada. O estopim para a queda se aproxima e quando se deu conta, estava caindo.


Resenha: Cristal

Título: Cristal
Autor (a): Lully Oliveira 
Editora: Editorial HOPE 
Páginas: 96
Ano: 2016                           Nota: 4/5 
Sinopse: E se tudo que você pensou sobre si durante a sua vida inteira fosse uma mentira? Os seus planos, que gastaram noites em claro sendo planejados, os seus sonhos com um futuro melhor, tudo sendo esmagado por um pequeno detalhe na qual você não fazia a menor ideia durante 15 anos de sua vida. Iludida ela foi… Desculpe-me querida, mas você é uma das principais deusas do Olimpo antigo. Essa é a historia da protagonista dessa aventura estonteante, paranoica, com um toque de acidez e um irresistível aroma de flor coberta pela neve. Viaje por Detroit com a nossa bipolar Cristal Grace que precisa saber o seu verdadeiro lugar.

Resenha: Decrépitos

Nome: Decrépitos, Aqueles que Herdaram a Terra
Autor: Fábio Mourájh
Editora: Chiado
Páginas: 474 Ano:2016 Nota: 5/5
Sinopse: Em um futuro pós-apocalíptico, um vírus mortal, criado em meio à última guerra mundial, dizimou quase toda a humanidade, obrigando os sobreviventes a permanecerem protegidos dentro de cúpulas. Duas cidades se erguem então em meio a toda essa destruição: Adão, a primeira cidade e lar dos sábios e poderosos Elevados, seres com dons e poderes especiais; e Eva, a cidade da perdição, lugar onde vivem os Decrépitos, seres marginais produzidos em grande escala pelos humanos parar satisfazerem todas as suas necessidades. É neste lugar que surge Loan, um jovem Decrépito que após ter seus dons despertos, acaba atraindo muita atenção com a intensidade de seu poder, inclusive dos poderosos Elevados de Adão.
Descontrolado por causa dos acontecimentos que o levaram até o seu despertar. Loan desenvolve seus dons de maneira perigosa, manifestando-os para punir aqueles que se colocam em seu caminho, equilibrando-se assim no limite entre o bem e o mal. Porém, os desafios e surpresas que o futuro reserva para Loan são ainda mais sombrios do que se possa imaginar, pois existe uma ameaça desconhecida que se esconde nas sombras de Adão, e é em meio a este cenário que Loan se vê no olho do furacão que ameaça o que restou da civilização humana. 


Sinopse de Decrépitos

Nome: Decrépitos, Aqueles que Herdaram a Terra
Autor: Fábio Mourájh
Editora: Chiado Páginas: 474 Ano:2016
Sinopse: Em um futuro pós-apocalíptico, um vírus mortal, criado em meio à última guerra mundial, dizimou quase toda a humanidade, obrigando os sobreviventes a permanecerem protegidos dentro de cúpulas. Duas cidades se erguem então em meio a toda essa destruição: Adão, a primeira cidade e lar dos sábios e poderosos Elevados, seres com dons e poderes especiais; e Eva, a cidade da perdição, lugar onde vivem os Decrépitos, seres marginais produzidos em grande escala pelos humanos parar satisfazerem todas as suas necessidades. É neste lugar que surge Loan, um jovem Decrépito que após ter seus dons despertos, acaba atraindo muita atenção com a intensidade de seu poder, inclusive dos poderosos Elevados de Adão.
Descontrolado por causa dos acontecimentos que o levaram até o seu despertar. Loan desenvolve seus dons de maneira perigosa, manifestando-os para punir aqueles que se colocam em seu caminho, equilibrando-se assim no limite entre o bem e o mal. Porém, os desafios e surpresas que o futuro reserva para Loan são ainda mais sombrios do que se possa imaginar, pois existe uma ameaça desconhecida que se esconde nas sombras de Adão, e é em meio a este cenário que Loan se vê no olho do furacão que ameaça o que restou da civilização humana. 

Vocês podem ler mais clicando aqui.
Obrigada por visitar o blog! Logo, teremos uma resenha desse livro maravilhoso !

Resenha: A Lenda de Materyalis

Nome: A Lenda de Materyalis: As Crônicas de Aliank
Autor: Saymon Cesar
Editora: Talentos da literatura brasileira (Novo Século)
Ano: 2016   Páginas:239   Nota:4/5
Sinopse: No princípio dos tempos, as sociedades de Hedoron acreditavam nos mandamentos dos servos de Materyalis, suposto deus criador do Universo e da vida. A lenda diz que a divindade se angustiou ao observar os atos corruptíveis das suas criaturas e atribuiu a si toda a culpa da imperfeição dos povos. Sua consciência atordoada separou sua essência em duas entidades, criadoras de ideologias extremistas que dividiram a crença das sociedades. Assim nasceu a materja, a guerra que visa a consolidação de uma verdade entre todas as raças.
Avessa ao propósito da contenda milenar, surge uma sociedade secreta, que busca o único artefato capaz de desvendar o que realmente foi Materyalis e, assim, livrar os povos da dúvida que os condenou aos intermináveis confrontos. Mas, para chegar ao objetivo, é necessário usar a misteriosa aptidão de cinco indivíduos habitantes de Aliank, um reino dominado por contradições que podem apressar a ruína do mundo antes que a verdade sobre Materyalis seja revelada.