Resenha: Muito Mais Que 5inco Minutos


Nome: Muito mais que 5inco Minutos
Autora: Kéfera Buchamnn
Editora: Paralela  
Páginas:144  Nota: 3/5  Ano: 2015 
Sinopse: Com apenas 22 anos, a curitibana Kéfera Buchmann já reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). São cinco milhões de assinantes só no seu canal no YouTube, “5inco minutos”, o quarto mais visto do Brasil. Ela recebe centenas de mensagens de fãs de todo o país diariamente e é sempre parada na rua. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como argumentam alguns estudiosos, hoje Kéfera equivale aos antigos astros globais.
Com algumas diferenças, porém: enquanto aqueles atores e atrizes geralmente cultivavam um discurso de bons moços, Kéfera ficou conhecida por dizer o que pensa. E é daí, dessa sinceridade chocante e muitas vezes desbocada, que se alimenta o seu sucesso enorme. Muito mais que 5inco minutos traz essa Kéfera sem papas na língua, mas não é centrado na sua fase atual de youtubber popstar. O livro joga luz sobre uma Kéfera que nem todos os fãs conhecem, a Kéfera pré-fama. 
A menina super sensível que sofreu bullying em quase toda a infância e que, em vez de se dobrar, se tornando uma pessoa amargurada, se reinventou e ressurgiu como uma jovem forte e alegre que serve de exemplo para milhares de meninos e meninas. Kéfera fala desses momentos difíceis e também da sua relação tortuosa com a matemática, do seu primeiro beijo, de moda e de relacionamentos. Não faltam, claro, momentos hilários. E outros de deixar o coração apertado. Ou seja, Kéfera sendo mais Kéfera do que nunca.


Olá, queridos! Como vocês estão? O livro que vou trazer pra vocês hoje não tem as guerras que eu costumo ler, ou o suspense, ou mistérios... O livro é uma espécie de autobiografia da Kéfera. Você não sabe quem é Kéfera? Vou dizer... Ela é uma youtuber bastante conhecida no Brasil, o nome de seu canal é 5inco minutos, e os vídeos tem mais que cinco minutos! Kéfera tem 23 anos, e mora em São Paulo, porém sua cidade natal é Curitiba. Ela também tem uma catíora fofa e estranha: Vilma Tereza (isso, o nome é estranho mesmo).

                            

Voltando ao livro, não temos muito a dizer dele. Kéfera fala de sua vida pessoal, conta histórias de quando era criança, de como o bullying afetou sua vida, de como sempre foi apaixonada pelas artes. Também fala de suas paixões na adolescência, tenta ajudar suas leitoras mais novas à passar por essa fase, e pede também que ninguém se apresse para pular essa fase linda que é a infância.
É um livro bem curtinho, se você dedicar 1h30min, certeza que já vai ter terminado ele! É uma leitura bem calma e engraçada... Sem muito à comentar.

1 comentários:

  1. Ainda não li esse livro, acho que não faz muito meu estilo, bjus.

    ResponderExcluir