Resenha: Talvez Um Dia

Nome: Maybe Someday
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 368    Ano:    2016     Nota: 5/5
Sinopse: Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.



Oi leitores, tudo bem com vocês? Hoje vim falar de um livro incrível que li essa semana. Que é Talvez Um Dia da Colleen Hoover. Esse é o primeiro livro que leio da autora, e para minha supressa amei bastante a sua escrita, e o fato dela ter colocado músicas incríveis no livro tornou a leitura ainda mais gostosa.

Em Talvez um dia, conhecemos Sydney, que a meses escuta seu vizinho tocar em sua varanda. Mas a duas semanas atrás eles iniciam uma amizade, e Ridge pede que ela o ajude a compor, pois a meses está com um bloqueio criativo. Tudo parecia está perfeito, mas em seu aniversário ela ver sua vida desmorona quando descobre que seu namorado a trair com sua colega de quarto.

Ela deixa o apartamento onde vivia, mas esquece a bolsa com dinheiro lá, agora não tendo para onde ir. Ridge, lhe oferece um quarto, até ela encontra um local para ficar. Com o acordo fechado a parceria começa, e sentimentos são desenvolvidos entre eles, mas Ridge tem namorada e Sydney não que se torna uma traíra como sua colega, eles vão ter que luta contra esses sentimentos, ou ambos se machucaram.





Inteligente, independe, estudiosa essa é Sydney. Estuda música, contrariando seu pai e tendo que arca com todos os custos da faculdade. Perdeu a confiança que tinha nas pessoas, desde que foi traída. E conviver com Ridge, tornou seus sentimentos uma bagunça, e evita-los se tornara uma batalha árdua.

Talentoso, inteligente, amoroso esse é Ridge. Teve uma infância difícil, seus pais nunca deram atenção a ele ou ao seu irmão. Assim ele saiu de casa aos dezesseis anos levando o irmão junto. Tudo na sua vida estava perfeito: relacionamento estável, um bom emprego, amigos legais. Nada poderia estar melhor, mas quando se aproximar de Sydney ela bagunça tudo, e evitar que tudo seja destruído, o levará a uma batalha interna com ele mesmo.



A narração é feita em primeira pessoa, sendo dividida entre Sydney e Ridge. Narrativa viciante, de tal modo, que você termina o livro em menos de 24 horas. E ainda encontramos diálogos feitos em forma de mensagens de texto entre os protagonistas. A capa está incrível, ficou bem chamativa, trouxe a simplicidade de Sydney e Ridge compondo. Amei bastante.

Talvez Um Dia, é incrível, não a outra palavra para expressar o que esse livro é, os protagonistas são divertidos, tem seus problemas, mas isso não os abalas. Os personagens secundários, não são deixados de lado, eles contribuem ainda mais para história. Colleen saber como envolver o leitor, criar um drama tão forte, que você não é capaz de larga o livro antes de saber o final. 

Definitivamente clichê não se encaixar nesse livro, a cada página percebemos o amor sendo criado e desenvolvido, e também entendemos o porquê de eles não ficarem juntos logo. Colleen será figurinha carimbada na minha lista de autores preferidos.  As músicas que ela escolheu completam o livro, e descrevem exatamente os sentimentos dos protagonistas.
Resenhado por:
Barbara 

0 comentários:

Postar um comentário